dezembro em flashes

Como já devem ter percebido, à semelhança do que fiz para novembro quando resumi o mês através do meu instagram ( @___scorpiio__ ), também...

Como já devem ter percebido, à semelhança do que fiz para novembro quando resumi o mês através do meu instagram (@___scorpiio__), também dezembro vai ser resumido em fotografias. Aviso-vos já que não estranhem os tons cinzentos deste post, uma vez que me desafiei a mim mesma a, no último mês do ano, ter um tema no meu feed desta rede social e os cinzas foram os eleitos.

Começamos exatamente no dia 1 de dezembro. A foto que publiquei nesse dia foi tirada no carro da minha irmã, enquanto íamos a caminho do Dolce Vita para eu fazer umas comprinhas de inverno. Sempre gostei de fotos em movimento, daquele desfoque inevitável das fotos de autoestrada, da vida e da dinâmica que se escondem por trás da imagem.


Vou aproveitar este post também para fazer um feedback de 2015, que foi um ano que ultrapassou os limites de velocidade - e de que maneira! De facto, o ano que passou foi para mim um ano de variadas emoções e muitas delas bem contraditórias. Conheci pessoas novas que acabaram por se tornar parte muito importante da minha vida - sendo até a razão de 2015 ter sido o meu melhor ano! Fiz novas amizades - algumas delas que nunca pensei vir a fazer -, perdi algumas - que pensava que nunca viria a perder - e fortaleci outras.

2015 foi, sem dúvida alguma, um carrossel de emoções; um ano repleto de altos e baixos, mas, principalmente, de superações. Atingi alguns dos meus objetivos, criei novos e incentivei outras pessoas a alcançarem os seus. Este foi um ano em que aprendi a focar-me em mim, a ser mais forte a nível psicológico e, além disso, aprendi também que com esforço consigo tudo aquilo que desejo. Este foi um ano em que sorri mais, em que cantei mais, em que dancei mais. Foi também um ano em que saí mais, tendo até trocado o computador por uma noite numa festa ou por tardes de passeios na praia. Mesmo parecendo algo banal, é algo de que me orgulho bastante, uma vez que em 2014 isso seria algo impensável para mim, pois prezava muito a minha caminha e o meu computador.

Tal como vos falei em setembro, com os posts de regresso às aulas, estou no meu último ano do ensino básico: o passo decisivo entre o "estudo porque tenho que estudar" e o "estou a estudar para o meu futuro". No entanto, o 9º ano é muito mais do que a pressão dos exames e o medo de que junho nos separe dos amigos. È também um ano que é para ser bem aproveitado e bem divertido! Na minha escola, são os nonos anos os responsáveis pela festa de Natal e, modéstia à parte, posso, como membro da comissão, dizer que fizemos um festão do caraças! Não foi nada fácil, é verdade, mas na vida, nada do que vale a pena é fácil. E que valeu a pena, lá isso valeu.

Não sei se já vos disse, e se não disse, digo agora, mas sempre acreditei em vida extraterrestre. E o que me leva a falar-vos disto agora é a última foto, que foi tirada de manhã, no autocarro. Caso não consigam ver bem, no banco do autocarro foi escrito "We come in peace." acompanhado pelo desenho de um alien. Eu achei super engraçado e super giro e não pude perder a oportunidade de fotograr - tanto que impedi uma rapariga de sentar-se durante alguns segundos.

Começaram, depois, as férias de Natal e posso dizer que as minhas foram uma correria. No primeiro dia de férias, apanhei o autocarro em direção a Lisboa, uma vez que ia passar esse fim de semana a casa da minha irmã mais velha. Foi um fim de semana em que vi o meu maior orgulho, a minha sobrinha de 4 anos, receber o prémio de Atleta de Destaque na modalidade de ginástica 3-5 anos; o prémio era referente à época anterior, em que a Inêsinha era a menina mais pequenina. Como não pode deixar de ser, aqui a tia babada não conseguiu conter uma lagrimita quando anunciaram o nome da pequena. O fim de semana, como tudo o que é bom, passou a correr e entretanto foi hora de voltar para casa. A semana seguinte foi também muito apressada, uma vez que foi a primeira semana das férias de Natal do meu pai, o que significa alguns jantares de família para matar saudades.

Depois, veio o Natal. Este foi um Natal bastante diferente para mim, pois foi o primeiro que passei sem a minha mãe. Rumei a uma pequena aldeia em Castelo Branco, onde passei a noite de Natal com o calor da lareira e o convívio com a família de longe. Juntamente com os doces, os presentes, a família e a chama quente que aquecia até os corações, esta noite foi melhorada pelos filmes. Sou uma fã irrevogável de Harry Potter e ter a companhia do meu trio preferido na noite de Natal foi fantástico - principalmente quando soube que o meu primo partilhava do meu ódio de estimação a Dolores Umbridge!

Exatamente uma semana depois do Natal, chegou o meu aniversário! Finalmente os 365 dias de espera tinham chegado ao fim! A verdade é que faço anos a uma data muito peculiar: 31 de dezembro. Este foi um ano que acabei de forma diferente, uma vez que foi a primeira vez que não terminei o ano em casa. Falar-vos-ei disso mais tarde, mas posso desde já dizer-vos que a minha meia noite foi passada com a minha mãe, no Terreiro do Paço.

Em relação ao meu aniversário, celebrei no último dia de 2015 o meu décimo quinto aniversário ou, como eu gosto de dizer, metade de 30! Foi também o primeiro aniversário em que não celebrei com amigos no próprio dia, uma vez que se trata de uma data complicada e muita gente não iria poder partilhar este dia comigo. Além disso, ia ter muito que preparar para a minha última noite do ano, uma vez que o Terreiro do Paço não é já ali ao lado. Posso desde já dizer-vos que acabei o meu ano de uma maneira fantástica!

Espero que 2016 vos traga tudo o que desejam, que seja um ano de progresso, de avanço, um ano de sucesso! Espero que todos os vossos desejos se realizem, que todos os vossos objetivos sejam alcançados e que criem novos objetivos para alcançar. Que as amizades velhas se fortaleçam e que as surjam amizades novas. Que todos os dias sejam dias mais felizes que os anteriores. Que as coisas boas de 2015 sejam as mais fraquinhas deste novo ano! Desejo para vocês o dobro do que desejo para mim. Acima de tudo, desejo que daqui a um ano ainda cá estejamos: mais fortes que nunca, mais unidos que nunca; que sejamos uma família ainda maior e que o nosso caminho seja sempre a subir, ainda que devagarinho! Para terminar, partilho convosco a foto com a minha mãe: a pessoa mais importante que tenho na vida!


Um feliz 2016 para vocês, que este ano supere, positivamente, as vossas (e as minhas) expectativas!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Ohn, que querida!!! Muito obrigado mesmo <3
    Não passo sem ter tudo escrito e organizado :D

    Adorei as tuas fotos! Aliás, sigo-te por lá e estou sempre mega atento :P

    NEW WISH POST | Sales WishList
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aqui por estes lados, organização também é a chave e, admito, também ando sempre de agenda para todo o lado.

      Aw, que querido, muito obrigada! Muito obrigada também pela tua visita e pelo teu comentário.

      Beijinhos.

      Eliminar

O teu comentário é bastante importante para o crescimento do Bookaholic e para que eu saiba o que achas dos conteúdos e o que posso melhorar.

Por favor, deixa também o link do teu blogue quando fizeres um comentário, de maneira a que eu possa também visitá-lo. Não te esqueças também de preencher a opção 'Notificar-me', para que possas saber assim que eu responder.

Muito obrigada pela tua vista!