ORANGE IS THE NEW BLACK | REVIEW

Sou uma pessoa muito inquieta em termos de séries, quer isto dizer que estou sempre à procura de uma série nova para ver, de outras histó...


Sou uma pessoa muito inquieta em termos de séries, quer isto dizer que estou sempre à procura de uma série nova para ver, de outras histórias, outras personagens, outro enredo. Há duas séries que sempre tive muita curiosidade em ver: Game of Thrones e Orange is the new Black.

Aconteceu, por acaso, começar por Orange is the new Black e a verdade é que quanto mais episódios via, mais vontade tinha de falar convosco sobre esta série. Vou começar então por vos introduzir um pouco a história caso não conheçam a série.

                                                

Piper Chapman (Taylor Schilling) é uma nova iorquina que, dez anos após ter cometido um grande erro na sua vida, se vê forçada a trocar as suas roupas de marca e os seus hábitos citadinos por um macacão cor-de-laranja e um quarto partilhado de poucos metros quadrados. Uma década antes, Chapman tinha sido apanhada a transportar dinheiro que era resultado de tráfico de droga. O seu envolvimento com a droga surgiu através da sua relação com Alex Vause (Laura Prepon), uma ex-namorada que Piper reencontra na Penitênciária Litchfield.


O foco da série está na vida de Chapman na penitênciária e nas suas aprendizagens e experiências, dia após dia, com as diferentes reclusas, em oposição à vida que levava antes de se entregar e à vida que o seu noivo e amigos ainda levam.

Não sei se vocês já sentiram isto, mas há séries, filmes, livros, músicas, sei lá, que gostamos sem sequer conseguirmos ter uma razão, como se não houvesse explicação para tal. É isso que acontece, pelo menos comigo, com Orange is the new Black.

Uma série que, um episódio de cada vez, nos conquista e nos faz ficar completamente rendidos. Uma série que nos dá vontade de ver episódio atrás de episódio, numa maratona non-stop até que estejamos caídos de sono. A história prende-nos ao ecrã e a vontade de saber o que acontece no episódio seguinte é diretamente proporcional ao número de episódios que vemos, ou seja, só aumenta!

Esta é, sem dúvida, uma série que vos recomendo!

You Might Also Like

0 comentários

O teu comentário é bastante importante para o crescimento do Bookaholic e para que eu saiba o que achas dos conteúdos e o que posso melhorar.

Por favor, deixa também o link do teu blogue quando fizeres um comentário, de maneira a que eu possa também visitá-lo. Não te esqueças também de preencher a opção 'Notificar-me', para que possas saber assim que eu responder.

Muito obrigada pela tua vista!