GOOD BYE, LENIN! | MOVIE REVIEW

Não sei se já vos tinha dito, e se não, aproveito para dizer agora, mas um dos desafios que abracei com o início do secundário foi aprender ...

Não sei se já vos tinha dito, e se não, aproveito para dizer agora, mas um dos desafios que abracei com o início do secundário foi aprender alemão! Para os mais curiosos, acrescento que está a ser muito giro e, felizmente, mais fácil do que parece! Foi no âmbito de uma aula que tive contacto com o filme Good Bye, Lenin! e é sobre ele que vou falar hoje.



Imaginem-se na Alemanha, no ano de 1989 - o icónico ano da queda do muro de Berlim. Imaginem-se na Alemanha, no ano de 1989, do lado oriental do muro: o lado comunista.

As personagens principais deste filme são Catherine Kerner e o seu filho, Alex - interpretados por Kathryn Sass e David Brühl. Catherine, Alex e Ariane, a irmã de Alex, vivem do lado oriental do muro, sendo a matriarca da família uma grande apoiante do regime.

O filme começa exatamente no dia 7 de outubro de 1989, com a manifestação que pouco tempo depois derrubou o muro. Alex estava nessa manifestação, acabando por ser detido perante os olhos da sua mãe, que, ao vê-lo protestar contra o regime que ela tanto apoiava, tem um enfarte quase fatal, ficando em coma durante oito meses.

No entanto, e como bem sabem, o muro de Berlim foi derrubado a 9 de novembro do mesmo ano, estando Catherine em coma não só durante a queda, mas também durante os vários meses de mudança em que o sistema capitalista se espalhou pelo país. Quando a mãe desperta, Alex quer preservá-la do choque e leva-a diretamente para o apartamento onde viviam, cuidadosamente decorado para que nada parecesse ter mudado. O filme desenrola-se assim à volta de Alex e do seu esforço para proteger a mãe, que ele considerava "casada com a pátria socialista", do sistema capitalista e da cultura do consumo, criando uma outra versão da história.


Good Bye, Lenin! é um filme que preza pela originalidade; inspirado na História alemã, mostra não só a realidade da queda do muro de Berlim, como as mudanças ocorridas e o choque que era para aqueles que apoiavam o regime. Aliado a isso, estão situações que facilmente provocam o riso e tornam o filme mais leve e menos histórico. Uma longa metragem que é, acima de tudo, interessante e que nos prende ao ecrã durante todo o tempo de filme. Além disso, trata ainda de assuntos como a divisão de famílias, provocada pelo muro, e as consequências que isso tem futuramente.

Sem dúvida alguma, um filme a ver não só pelo seu contexto histórico e cultural, mas também pela fantástica história que nos é apresentada e pela qualidade inegável que tem, proporcionando-nos um momento de lazer e, simultaneamente, de cultura e aprendizagem. Ganha ainda por nos colocar na pele de Alex Kerner e nos fazer pensar o que faríamos na sua situação, afinal o que faríamos nós se a nossa mãe, grande apoiante do regime socialista, estivesse em coma durante oito meses e esses oito meses tivessem sido suficientes para mudar tudo aquilo que ela sempre conheceu e amou? Vejam o filme e descubram as originais, e às vezes até hilariantes, soluções que Alex encontra para dar à sua mãe o país em que ela sempre quis viver!





You Might Also Like

4 comentários

  1. Sempre uma querida. Muito, muito obrigado <3

    Não sou muito de ver filmes, como bem sabes mas este suscitou-me a curiosidade por ser algo histórico. Acho mais piada a facto reais retratados em filmes :D

    NEW REVIEW POST | AA Hydro Algae: The Best Facial Nigth Cream Ever.
    InstagramFacebook Oficial PageMiguel Gouveia / Blog Pieces Of Me :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que mais gostei neste foi mesmo o facto de apresentar um momento tão importante da História alemã de uma maneira não tão séria, mas sim mais casual e que consegue até provocar o riso ocasionalmente. Recomendo mesmo!

      Muito obrigada pela tua visita e pelo teu comentário!

      Um beijinho.

      Eliminar
  2. Então Bia, como vai esse alemão? É difícil! Eu tive alemão no secundário e gostava bastante mas depois acabei por esquecer tudo :( Este filme é espetacular, extremamente original. Eu adoro este período da História (2ª guerra e pós-guerra) por isso não poderia deixar de apreciar este filme. Excelente sugestão! Beijinhos ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está a correr bastante bem, até! Oh, tenho pena e espero que um dia consigas recuperar :( Também sou uma grande fã da História do século XX (1.ª e 2.ª guerras, pós-guerra, etc etc) e talvez tenha sido também por isso que gostei tanto do filme!

      Fico contente por teres gostado! Muito obrigada pela tua visita e pelo teu comentário, Sandra!

      Um beijinho!

      Eliminar

O teu comentário é bastante importante para o crescimento do Bookaholic e para que eu saiba o que achas dos conteúdos e o que posso melhorar.

Por favor, deixa também o link do teu blogue quando fizeres um comentário, de maneira a que eu possa também visitá-lo. Não te esqueças também de preencher a opção 'Notificar-me', para que possas saber assim que eu responder.

Muito obrigada pela tua vista!